Saturday, October 14, 2006

Sobre o papinho 5 estrelas....

-Pode ser S de Silva, S de Souza...
-E pode ser S de Songomongo, né, Seu Sete Estrelas?
Essa frase marcou minha vida pra sempre e foi tirada de uma novela da Globo exibida no final dos anos noventa. Admito que perguntei ao oráculo e não recebi resposta satisfatória. Mas não vem ao caso. Lembrei desse diálogo quando estive a pensar no Papinho Cinco Estrelas. Essa expressão foi lançada por algum camarada ao falar de outro brother meu, dizia que o cara era tão conquistador porque tinha um "papinho 5 estrelas" que era infalível. Hoje rolou uma brasileirada cá em Braga, e eu vi, com meus olhinhos de cor de guaraná, o efeito do papinho 5 estrelas e, por breves segundos, senti a falta de o possuir. Ainda bem que os segundos foram breves e, por fim, preferi ser "lerdo" e sem o "migué" que os latin lovers, sobretudo os catarinenses, carregam. Estive a falar com um amigo meu e percebi o melhor a ser feito é aderir ao que você sempre foi. Não tenho (agora me dêem a licença de falar como falava quando era míudo lá em Franca) "as moral" de dizer qualquer coisa pras mulheres com o intuito de conquistá-las. Simplesmente não consigo dizer que são lindas, ou que gosto tanto delas, quando realmente não o quero dizer.
A(s) melhor (es) mulheres que já conquistei nunca, e nem nunca, ouviram e nem ouvirão coisa do gênero. E isso que a(s) faz(em) tão especial(is).

Um muah pra quem entende o que isso quer dizer.

Ouvindo: NDee Naldinho - Tributo ao Pilantra
Um trechinho:
Pisou na bola, bum (tiro), essa é a Lei....
Pisou na bola, bum (tiro), essa é a Lei....

7 comments:

Bigode said...

Silencio....
No hay banda...

Marcelo said...

no hay banda eh o blog da natalia, nao eh? heheh

porra, eh muito feio escrever eh com h, mas esses teclados italianos sao uma bosta. sobre o post, acho que todo mundo ja quis saber xavecar de acordo, mas depois percebe que o proprio conceito de xaveco eh idiota, consiste em ficar vomitando chavoes ( mesmo disfarcados em tiradas inteligentes ) de forma polida pra depois comer uma mina e descrever da forma menos polida possivel pro seu amigo no bar no dia seguinte.

um abracao!

Anonymous said...

Quem tem olhinhos cor de guaraná (r) não preciso de papinho 5 estrelas... E repito: fuja de brasileiros no exterior!

beijinhos e cambio

TRISTA said...

Essa é simples e fácil.

O autor da frase é Cândido Alegria, última aparição na TV de Armando Bogus, na novela Pedra sobre Pedra. A frase foi direcionada pelo personagem de Bogus a Sete Estrelas, assassino profissional contratado pelo primeiro.

A novela eternizou um dos personagens mais famosos da história recente da TV - o fotógrafo Jorge Tadeu, vivido por Fábio Jr.

Os destaques da trilha sonora ficaram por conta de Fagner, que cantava a música de abertura e Zé Ramalho, com "Entre a Serpente e a Estrela", tema dos personagens Murilo Pontes (Lima Duarte) e Pilar Batista (Renata Sorrah) - que fazem uma cena de seminu num dos últimos capítulos da novela.

Tristinho said...

é...mesmo sem conhecer as européias, eu ainda prefiro as latinas...hehe...é uma questão de pegada, que elas, com certeza, têm de sobra...

natalia said...

considero-me beijada.

por sinal, papinho cinco estrelas, para mim, é me fazer rir. fez rir? ganha uma estrelinha para o papinho, até que as cinco estejam completas.

Bigode said...

Muito foda a aula sobre telenovelas dada pelo Sr Trista...
Ainda bem que tenho "amigos" desse nível para me lembrarem dessas coisas tão importantes e que marcaram minha história...
Bem que essas coisas podiam ser de sangue, não acha?

Abraço, brother!