Wednesday, September 27, 2006

Mais um trecho de um filme que marcou minha vida

Kill Bill. Primeira cena. Bill está falando com Beatrix Kiddo, toda fodida pela ira de seu amante. Olhando-a nos olhos com uma ternura improvável, Bill trava esse breve monólogo:

Do you find me sadistic?
You know, I bet I could fry an egg on your head right now.
If I wanted to.

You know, kiddo...
I'd like to believeyou're aware enough, even now,
to know that there is nothing sadistic in my actions.

Maybe towards those other jokers.
But not you.
No, kiddo.

At this moment...
This is me..
...at my most masochistic.


Só eu sei. Só eu sei das lágrimas e por onde elas andam caminhando e insistindo em querer sair a cada dia que passa lentamente em minha vida. Só eu sei o que procuro em cada rosto quando ando na rua, o que vejo em cada espelho que olho, em cada abraço que eu ganho. Só eu sei onde procurá-las, mas prefiro deixar que elas brinquem de esconde-esconde no fundo dos meus olhos e no infinito escuro de minha mente. Só eu sei o quão sinceras e únicas elas foram. Só eu sei.

Se pelo menos isso fosse um poema..

Ouvindo: Nancy Sinatra - Bang Bang

7 comments:

Tristinho said...

É, feio...tem que encarar essas coisas. E, logo, logo, elas passam...e você sabe que passa, pois conhece, como eu, como as mudanças e essa distância se comportam e mexem com a gente. Como diria Racionais Mc's: "Nada como um dia após o outro dia"...
Se cuida aí, mano...abração!

Anonymous said...

"só eu sei,
das esquinas por que passei ei ei ei..."

respondendo à sua pergunta no meu blog, cheguei!, mas nao sei pq nao consigo comentar lá...

Anonymous said...

ei miúdo, que fixe!
viu o q voar pela tap faz com a gente? hehe!

Anonymous said...

(foi a lau de novo!)

Jon said...

Final e começo de filmes perfeitos.
Aquele final é um dos mais tristes que já vi.

Jon said...

E mais não digo.

Tristinho said...

e aí, feio...vamo acabá com essa mamata e atualizar esse blog!?...