Wednesday, March 28, 2007

Um pedido para daqui a três dias

Era preciso fazer um pedido, por escrito, detalhado, carimbado e com todas as outras burocracias pensáveis. No pedido deveria constar, em não mais de uma linha escrita com letra de imprensa, um único pedido ao sair da cadeia. Faltavam três dias apenas, mas parecia que o dia nunca chegaria. Pegou no papel, dobrou, amassou, tentou escrever qualquer coisa. Comeu a mesma comida insossa que engolia há 4 anos naquela mesma cela que dividia com malucos que se chamavam desde José, João e Felipe até Fedô, Casquinha e Relaxo. Três dias, como é possível que três pequenos dias demorassem mais que quatro malditos anos trancados naquele cubículo?

A cada hora pegava novamente no maldito papel e imaginava o que escreveria para encher aquela decisiva linha. Imaginava a felicidade que o esperava dali a pouco, mas a indecisão comia-o por dentro. Será que um carro? Dinheiro? Dez prostitutas? Pó a perder de vista? Um oitão pra voltar logo pro crime? Meia hora para os guardas voltarem com o papel para a direção. Sem papel preenchido, sem rua no sábado. Aliás, sábado era o dia perfeito para ser feliz mais uma vez, respirar um arzinho mais puro, rir sem medo de qualquer coisa. Sem mais pensar, preencheu o papel com letra firme e decidida, segundos antes do guarda chegar.

- Cariño? Que merda é essa?
- É meu pedido, caralho. Pode ser isso?
- Sei não, tem que ver com o Diretor.

Faltam só quase dois dias e ele anda de um lado para o outro em sua cela, a esperar a resposta do Senhor Diretor.

Ouvindo: Lovage - Sex (I'm A)

3 comments:

tristinho said...

Então pede, bundão...

Laura said...

Que saudades muitas, Tristão...não vou fazer nenhum comentário tosco pra expressar isso melhor!
Em todo caso,bom pedido..só não prum diretor do presídio...e o lovage combinava mais com o post anterior! Quer dizer, dependendo do carinho...

worm said...

Po bigode. Isso é um teste psicologico desses psicopatas terapeutas que ficam te analisando nessas minucias toscas. Agora sabem que você está carente e passional, oque é mal pra você. Acho que sem rua no sabado. Dançou.